O Que é Ser Perdulário?

A definição de perdulário é: que gasta excessivamente; dissipador; extravagante. Ou seja, é uma pessoa gastadora, que não tem apego ao dinheiro. Aqui vamos te contar mais sobre o que é ser perdulário, como isso atrapalha sua vida e como sair dessa armadilha.

deixe de ser perdulário.

O Que é Ser Perdulário?

A palavra perdulário vem de perder, o que explica bem a situação dos pródigos. São aquela pessoas muito mão-aberta, que gastam além do que podem e ganham, e que querem comprar tudo que veem pela frente.

Você pode estar se perguntando por que as pessoas são perdulárias, e existem vários fatores que levam alguém a ser assim. Problemas com autoestima ou ansiedade, falta de educação financeira, falta de metas financeiras, ou um problema mais sério, a oniomania.

Oniomania é uma doença que se caracteriza pelo desejo anormal, compulsivo e intenso de fazer compras. O indivíduo que sofre da doença, mesmo atolado de dívidas, é incapaz de lidar com os impulsos. É uma doença difícil de se lidar, e que, infelizmente vem mostrando cada vez mais casos.

Como Deixar de Ser Perdulário?

Saiba, primeiramente, que sim, você tem jeito. E tem capacidade de mudar de vida. O palestrante de educação financeira, Junior Portare, já teve momentos difíceis sendo perdulário, e hoje ajuda pessoas a saírem dessa situação. Tenha muita força de vontade, acompanhe nossas dicas e você também conseguirá se livrar deste problema.

Abandone Seus Cartões de Crédito

A primeira dica que te damos é essa: deixe seus cartões de crédito de lado. Guarde-os onde você não os veja, deixe nas mãos de alguém de confiança ou, se possível, corte todos eles.

Ter muitos catões é desnecessário, portanto, elimine seus cartões excedentes. Você não precisa de mais de um cartão de crédito, e aposto que ver tantos cartões com limite no banco é um tanto tentador.

Reflita Antes de Comprar

Da mesma forma que comentamos sobre isso em nosso artigo sobre a vida frugal , devemos nos perguntar se realmente precisamos de algo, e porque estamos fazendo aquela compra antes de faze-la. “Para quê eu vou comprar isso?”, quando souber a resposta, faça a si mesmo a segunda pergunta. “Eu preciso mesmo disso?”.

A partir daí é simples, se a resposta for não, simplesmente não compre. Se a resposta for sim, pode comprar, mas lembre-se de fazer uma boa compra. Faça pesquisas em lojas físicas e online, para que encontre o melhores preços e continue economizando.

Tenha um Orçamento

Ter um orçamento doméstico mensal, cuidar dos seus números é muito importante. Isso porque você ganha consciência do que recebe e, principalmente, do que gasta. As chances de você fazer de tudo para ver os números de gastos diminuindo são enormes, para satisfação pessoal principalmente.

Saia de Casa Alimentado

Pois é, e isso não é só para evitar comer fora. É que quando está com fome, seu inconsciente te faz sentir um vazio, que no caso é do estômago, mas que pode ser preenchido com compras. Para nosso cérebro faz todo o sentido, então lembre-se: coma antes de sair, e se bater a fome, não é uma roupa nova que a fará ir embora.

Mas apesar de não ser o foco, evitar gastar com comida também te ajuda. Almoçar fora, por exemplo, não é barato. Então se seu foco é economizar, faça seu próprio almoço ao invés de comer fora. Leve algum lanchinho ao invés de parar em um café. Esse tipo de atitude te faz economizar mais do que você imagina. 

“Se uma pessoa adquire a atitude correta em relação ao dinheiro, isso ajudará a endireitar quase todas as outras áreas de sua vida” 

Billy Graham disse essa frase e ele estava certo. Dinheiro pode não trazer felicidade, mas ajuda a organizar a vida. Quando sua conta bancária te deixa tranquilo, você tem mais cabeça para focar em outras áreas da vida. Resolver outros problemas, e ser mais feliz com suas escolhas. 

Billy Graham foi um protestante, pregador batista norte-americano. Foi conselheiro espiritual de vários presidentes dos Estados Unidos e proeminente membro da Convenção Batista do Sul. Podemos concluir que é seguro levar como lição de vida suas palavras, certo?

Esperamos que você consiga deixar a vida perdulária de lado e faça com que seu dinheiro trabalhe para você, e não o contrário. Se tiver gostado deste artigo, confira outros também publicados no site Mais dinheiro. Mais vida!

 

Aprenda a Negociar e Quitar Dívidas Com Bancos. E-book Grátis.