O Truque Judeu Para Atingir a Riqueza

Algumas das pessoas mais ricas do mundo são judias, incluindo Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon. Mas além disso, há muita riqueza e qualidade de vida ao redor do povo judeu, e isso tem um segredo. Acompanhe o artigo para conhecê-lo.

como-guardar-dinheiro

Embora representem menos de dois por cento da população, alguns dos homens mais ricos dos Estados Unidos são judeus, povo que prosperou mesmo passando por tantas dificuldades no passado. Eles claramente sabem e aplicam princípios financeiros que a maioria das pessoas desconhece, mas que deveria aprender.

Nenhum povo foi tão perseguido e humilhado por tanto tempo como os judeus, o que trouxe inúmeros efeitos colaterais. Um deles é o valor da educação para a sobrevivência. Podem tomar suas terras e propriedades, mas não o que está em sua cabeça. Os judeus cultuam a educação, e esse é o seu principal segredo.

É característico dos judeus, desde sempre, apresentarem senso crítico, ou seja, eles são ensinados a questionar a verdade estabelecida, desconfiar daquilo que todos confiam e creditar o que todos desmerecem.

Os judeus podem ser comparados a uma sociedade fechada, onde todos se ajudam e trabalham juntos. Até porque, trabalho é algo que definitivamente não os assusta. Como os judeus sofreram muito no passado, aprenderam a trabalhar arduamente e a dar valor às pequenas coisas.

Muitas vezes eles são vistos como mesquinhos, mãos-de-vaca mas é porque eles sabem o valor das coisas.
Todo judeu conhece bem a história de seus antepassados. E por isso são estimulados, desde cedo, a ajudar o próximo, especialmente se tratando de outro judeu.

Judeus Influentes Na História

Albert Einstein

Albert Einstein foi um físico teórico alemão que desenvolveu a teoria da relatividade geral, um dos pilares da física moderna. Embora mais conhecido por sua fórmula de equivalência massa-energia, que foi chamada de “a equação mais famosa do mundo”, foi laureado com o Prêmio Nobel de Física de 1921 “por suas contribuições à física teórica” e, especialmente, por sua descoberta da lei do efeito fotoelétrico, que foi fundamental no estabelecimento da teoria quântica.

Sigmund Freud

Sigmund Freud, foi um médico neurologista criador da psicanálise. Freud iniciou seus estudos pela utilização da técnica da hipnose no tratamento de pacientes com histeria, como forma de acesso aos seus conteúdos mentais. Ao observar a melhora dos pacientes, elaborou a hipótese de que a causa da histeria era psicológica, e não orgânica. Essa hipótese serviu de base para outros conceitos desenvolvidos por Freud, como o do inconsciente.

Karl Marx

Karl Marx foi um filósofo, sociólogo, historiador, economista, jornalista e revolucionário socialista. A obra de Marx em economia estabeleceu a base para muito do entendimento atual sobre o trabalho e sua relação com o capital, além do pensamento econômico posterior. Publicou vários livros durante sua vida, sendo O Manifesto Comunista e O Capital os mais proeminentes.

Lévi-Strauss

Lévi-Strauss foi um antropólogo, professor e filósofo belga. É considerado o fundador da antropologia estruturalista, em meados da década de 1950, e um dos grandes intelectuais do século XX. Suas ideias eram muito diferentes do pensamento da época em que viveu. Strauss lecionou sociologia na Universidade de São Paulo, entre 1935 e 1939. Junto com Dinah, sua esposa, fez excursões pelas regiões centrais do Brasil e publicou suas experiências no livro Tristes Trópicos.

Estes são apenas alguns dos nomes desses judeus incrivelmente influentes, mas a lista é enorme e conta com outras áreas profissionais, como Roman Polanski, Woody Allen, Silvio Santos e claro, Jeff Bezos que é atualmente, o homem mais rico do mundo.

Primeiro Passo Para a Riqueza

Ao vermos que, aparentemente, apenas os judeus enriquecem, tendemos a desistir de sequer tentar. Mas saiba que com a mentalidade adequada, você pode mudar sua vida. Existem muitas técnicas de economia de dinheiro que podem te ajudar a dar o primeiro passo para uma vida mais tranquila.

Não Seja Perdulário, Seja Frugal

Antes de surgir a dúvida em sua cabeça, ser perdulário é gastar excessivamente, gastar mais do que pode ou mais do que ganha. Você acha que se encaixa neste termo? Se sim, seu primeiro passo para enriquecer é fazer com que a resposta para a pergunta que te fiz seja um “não”.

Deixe seus cartões de crédito de lado, guarde-os ou corte todos, se possível. Você não precisa de mais de um cartão de crédito, portanto, exclua todos os excedentes de sua vida. Reflita a necessidade de uma compra antes de fazê-la e tenha um orçamento doméstico, fique de olho nos seus números.

Adote uma vida frugal para salvar ainda mais dinheiro no fim do mês. Viva de modo mais inteligente, gerenciando melhor seu dinheiro, saiba quando e como gastar, se aproveite de sua criatividade. Faça você mesmo algumas das coisas que você está sempre comprando, peça amostras grátis, use de recursos gratuitos, cozinhe mais ao invés de comprar comida. Faça tudo em seu alcance para gastar menos em seu dia a dia ee veja que sua conta bancária terá, realmente, uma mudança visível.

A cultura judaica prega a independência financeira, algo que contraria nossas atitudes. Se buscarmos nos assemelhar a essas ideias, um dia talvez cheguemos ao mesmo patamar de riqueza. O melhor que temos a fazer é começar a gerenciar melhor nossos gastos, e cada vez mais nos aproximar de uma vida melhor.

Se este artigo te ajudou ou te inspirou a mudar de vida, não deixe de conferir outros artigos postados no site Mais Dinheiro. Mais Vida!.

 

Aprenda a Negociar e Quitar Dívidas Com Bancos. E-book Grátis.